Corpo são...

Depois de muitos anos trabalhando em busca de auto-conhecimento acredito que é muito difícil mudar o que há fora, se não conseguimos mudar o que há dentro.  Creio que com a mudança do indíviduo mudamos o mundo. Temos que começar do simples, do básico, do denso.  Transformando, primeiramente, o que sustenta o homem.
O corpo é onde tudo começa, onde deixamos registrados além da carga genética, também nossas experiências e percepções da vida.
O que proponho não é uma mudança estética do corpo, embora ela ocorra por acaso, mas uma mudança da utilidade corporal.
Você usa o seu corpo na sua totalidade?
Você extrai dele tudo o que ele pode lhe proporcionar?
Fernão Capelo Gaivota dizia que: “Todo o seu corpo não é mais do que seus próprios pensamentos, numa forma que podem ver. Quebrem as correntes dos seus pensamentos e conseguirão quebrar as correntes do seu corpo”. E eu digo que o inverso também é verdadeiro.
Na nossa sociedade é muito mais fácil começarmos a transformação pelo corpo.
Mudando o corpo você muda a mente!

Você já se sentiu preso no seu próprio corpo?

O Yôga possui uma divisão de técnicas que desenvolvem a musculatura de forma extremamente harmoniosa, conferindo domínio até de músculos considerados involuntários. Contribui para uma performance superior em qualquer esporte, dança, luta e atividades do dia a dia. E ainda garante uma proverbial flexibilidade articular e muscular, obtidas mediante a eliminação de tensões localizadas, aumentando assim a consciência corporal.
O desenvolvimento da flexibilidade e força pode lhe proporcionar muito mais do que uma boa saúde e condicionamento físico. Eles quebram os registros corporais de experiências condicionadas.
Simplificando: aumenta nossa concentração e faz com que tenhamos percepção de nossas reais necessidades.
E com o tempo, assim como o corpo, a mente se torna forte e flexível.
Então mude os cuidados com o seu corpo. Ele é o seu primeiro, único e verdadeiro patrimônio.
Através dele podemos experienciar a vida na sua plenitude.
Aprenda a utilizá-lo como ferramenta na sua evolução pessoal.


A dica é que você procure um bom lugar para desenvolver um estilo de Yôga autêntico.
Para quem quiser praticar em casa pode baixar gratuitamente o CD Prática Básica e treinar sozinho (segue o desenho das posições abaixo).
Mas lembre-se que o ideal mesmo é ter alguém para orientá-lo nessa grande transformação.

Boa sorte!
Tati

3 comentários:

Marcos disse...

Gostei muito do texto e veio na hora certa. Ando trabalhando muito a questão da mudança de paradigmas e condicionamentos através do corpo. Estou pensando em aprender mais e escrever sobre esse tema.
Grande beijo.
Marcos Freitas.

STEFANYE disse...

Tati, adorei seu blog, parabéns!!!
Acho que pra galera do Swasthya so falta mais solidariedade, muitas pessoas que realmente precisam, teriam a chance de transformação.
Essa solidariedade as vezes transforma muito mais do que a pratica pra si próprio.

Beijos

Lia Noronha disse...

tati: abraços carinhosos pra vc.
Adorei td por aqui.
te linkei lá no meu espaço.
Abraços mil!!!

Postar um comentário