Uma xícara de chá, por favor!

Sou daquelas pessoas que tomam chá em qualquer época do ano, mas sei que muitos preferem apreciar essas delicias quando a temperatura começa a cair.
Na verdade o que chamamos genericamente de chás só podem ser chamados por esse nome se forem feitos a partir das folhas da Camellia Sinensis, planta que dá origens aos chás preto, verde e oolongs.
Todos os outros tipos de bebidas feitas a partir da imersão de folhas, flores e frutas em água quente, são chamadas de infusões.
Mas tanto faz no final das contas a nomemclatura, o importante é que faz um bem danado essa bebida.


As infusões e/ou chás além de aquecer e hidratar elas tem outras também funções medicinais específicas que depende do ingrediente. Por isso sempre tenho em casa uma variedade de opções.
Achei um site que tem uma lista de ervas com as indicações, é mais para usar como consulta.
O nome é Chá&Cia.

Tenho algumas ervas plantadas em vasos, e alguns ingredientes secos. Nos mercados e lojas costuma-se encontrar a tradicional versão da caixinha com saquinhos individuais e uma outra num saco maior para usar com o coador. Eu prefiro a versão do saco maior, onde você vê o produto. Algumas marcas do chá de saquinho individual vêm com um monte de coisas misturadas, até sabor artificial.

Outra opção muito boa são as infusões de frutas e raízes.
Eu gosto de fazer umas misturas e ver no que vai dar. Outro dia fiz uma com erva doce, camomila, canela e gengibre. Foi super aprovado em casa.



As infusões também podem ser geladas depois de pronto, pra quem prefere algo mais refrescante. O chá de capim cidreira orgânico da Mãe Terra, é uma delicia gelado. Tomei na festinha na casa de uma amiga.

Para facilitar existem umas chaleiras que já vem com uma cestinha dentro para coar, e tem também as cestinhas individuais para xícara. Eu comprei os dois na Liberdade em São Paulo e acho ideal para os chás. Ponho as plantas na cestinha e depois já coloca a água fervente.

Como fazer uma infusão:
- Despeje água fervente sobre a planta e depois abafar por uns 15 minutos. Este processo é utilizado para flores, folhas e também para ervas aromáticas, pois se as fervermos as essências poderão volatilizar (perder-se pela ação do calor), causando a perda de sabor e poder medicinal do chá.

-Já a Coação consiste em se cozinhar a planta. Este processo deve ser restrito a raízes, cascas e sementes e a fervura pode variar de 3 a 15 minutos.

O ideal é não adoçar as infusões, ainda mais se você estiver buscando um resultado medicinal.

A minha lista Top 10 de ingrediente para chás são: Gengibre, erva doce, Louro, limão, manjericão, poejo, cavalinha, arnica, canela e capim cidreira. Adoro fazer combinações com essas opções.












Porém as possibilidades são infinitas. Eu convoco a todos para montar sua própria lista de chás preferidos.
E aprecie sem moderação!

2 comentários:

B disse...

Gosto muito de Erlang-erlang.

FernandoSalvio disse...

Muito bonito e informativo seu blog Tati! Parabéns! Abraços Fernando.

Postar um comentário