Segundas sem carne


 
Nos dias 3 e 4 de outubro, foi lançado no parque do Ibirapuera a campanha “Segunda sem carne”. É uma iniciativa da Sociedade Vegetariana Brasileira, mas conta com a parceria da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, Slow Food, Instituto Nina Rosa, entre outros.
Essa campanha começou nos Estados Unidos em 2003 e se espalhou pela Austrália, Bélgica e Inglaterra. Agora também com a participação do Brasil.
A proposta é pedir às pessoas que deixem de comer carne um dia por semana.
Numa entrevista a www.supportmfm.org, nosso querido Paul McCartney defendeu que: “Designar um dia da semana no qual se deixa de consumir carne é uma mudança significativa que todos podem adotar e que vai ao cerne de várias questões importantes, políticas, ambientais e éticas, todas ao mesmo tempo. Por exemplo, isso não apenas ajuda a combater a poluição, como também a promover a saúde melhor, o tratamento ético dos animais, o combate à fome mundial e a promoção do ativismo comunitário e político.”
Como a nossa própria alimentação deixou de ser algo particular pra ser algo que afeta diretamente o meio ambiente. Adotar um dia por semana sem carnes faz muita diferença e requer pouco esforço. Independente dos seus hábitos e crenças faz bem preservar o que é de todos. Eu cada vez mais apóio mudanças metabolizáveis no estilo de vida.
Um gesto por dia e poderemos sonhar com um futuro melhor.

Para receitas e endereços de restaurantes: http://diasemcarne.wordpress.com/

4 comentários:

Andréa disse...

Espero que as pessoas se sintam realmente sensiblizadas, por tudo que o consumo da carne representa, negativamente.

Bejos Tati

Déa

Luluzita disse...

oi Viva
já sou vegetariana mesmo... mas adorei o post e o infografico ali... e já retuitei e ops.. acho q era um spam ali, com seu link =)
muitoooo bom divulgar essas idéias
@dra_lulu

Caius disse...

Nestes quase 10 anos de vegetarianismo/veganismo, acho que já somei mais de 60 anos de segundas-feiras sem carne.
Entretanto, sozinhas, minha segundas sem carne são apenas simbólicas, e tem impacto quase nulo para a natureza.
Ainda bem que não estou sozinho nesta luta e a cada dia que passa mais pessoas se unem a ela.

O que não podemos fazer, é desistir de viver em um mundo melhor!

Beijos Tati.

Aline Aimée disse...

Interessante!
Já sabia que rolava na gringa!
Minha flor, tentei ler seu outro blog, mas tá bloqueado...
=(

Beijinhos!!!

Postar um comentário