Inspire!


Nesses 8 anos em que o SwáSthya Yôga está na minha vida, aprendi muita coisa boa. Coisas capazes de me transformar totalmente, virar a cabeça a 180 graus. Dentro das técnicas do Yôga, vou destacar hoje uma em especial que é a respiração. Algo que fazemos a todo minuto na nossa vida e pouco percebemos.


Quando respiramos não absorvemos só oxigênio mas também energia de vida, que no Yôga chamamos de práná. Práná é qualquer forma de energia desde que manifestado biologicamente, ele sustenta toda forma de vida. Quando observamos a respiração e a desenvolvemos, além de aumentarmos a capacidade respiratória consideravelmente, nós passamos a ter o domínio do práná.

O práná é um alimento pro corpo, muita mais importante até que a própria comida. É só perceber que nós conseguimos ficar muito tempo sem comer, mas aguentamos pouco sem respirar. Mas vamos deixar o práná de lado por hoje e vamos nos ater a técnica.

A maioria dos seres humanos usam apenas 10% da sua capacidade pulmonar. A isso eu chamo miséria respiratória. E quanto maior for sua cidade e maior o stress, menos você respira. O seu corpo respira menos para se proteger. Aí vira um ciclo vicioso, porque se você respira pouco, tem que respirar mais vezes, desgastando, cansando e envelhecendo mais o corpo.

Para mudar um pouco este quadro vamos treinar a técnica a seguir.

A Respiração abdominal.

Essa respiração é muito natural, é a mesma que os bebes fazem. Já nascemos sabendo como respirar e desaprendemos com o passar dos anos.

1º A respiração deverá ser exclusivamente nasal, inspiração e exalação. Isto é: só respire pela boca se você não tiver nariz.

2º Quando ar entra o abdômen sai, quando ar sai o abdômen entra. ( e não o contrario, ok?)

Sentado, você vai inspirar pelo nariz e vai projetar o abdômen para fora, depois exale, também pelo nariz, sugando o abdômen para dentro. Fácil, né?

Repita isso agora para o resto da sua vida.

A respiração abdominal representa 60% da capacidade pulmonar, enquanto a peitoral (é aquela mesmo que você está acostumado a fazer) representa 10%.

Pode parecer difícil no começo, mas é só questão de recondicionamento.

Boa sorte!

Tati

9 comentários:

Roberta Boromello disse...

estou sentada na cama e ja treinando rsrsr!
parabéns querida ficou ótimo o blog!

Jaime disse...

que bacana, tati. tá aqui, bem adicionado. :)
te dou dicas de música, e você me dá dicas de como viver bem (preciso, preciso!)

Ana Curcelli disse...

Que lindo Taty!!!
amei ver esse blog seu...
posso sugerir: add um widget de seguidores, vou ser a primeira com certeza.
bjooo grande!!

marco disse...

Parabéns Tati, já estou prestando atenção na minha respiração.
beijo
marco

Anelise Csapo disse...

Eu acabei de tentar te deixar um recado aqui e não sei se entrou, mas vou escrever de novo em todo caso prá garantir, oká? Qualquer coisa vc apaga um ou outro.

Primeirão queria te dar parabéns pelo blog, já tem conteúdo bem bacana aqui e vou tentar acompanhar prá sacar melhor o assunto! Prazer em conhecer!

Segundão eu vim atrás de respostas sobre yoga e gravidez e yoga para crianças, na bem da real eu não sei nada sobre o assunto, mas como vc parece conhecer muito bem a questão da filosofia e da prática da yoga e isso (para mim) parece se relacionar diretamente com qualidade de vida física e emocional então acho que chegamos a um acordo...hehe!

Será que tu escreveria um texto com conteúdo à respeito prá postar no meu blog com a Isabella (o manheabaixaosom), plis?????

Porfá!!!!

Beijos!

Aline Aimée disse...

Bonitona, como tá a aula de escrita literária?

Beijo!

Marcelle Rebelo disse...

Oi Tatiana, que blog incrível. Conheci através do a partir de 1,99. Procuro instrutora de Yoga para o spa que estou montando, o Brazil Zen. www.brazilzen.com.br ou http://brazilzenspa.blogspot.com
Você gostaria de participar de nossa equipe ou gostaria de indicar alguém? Ficamos em Piratininga, Niterói. Vou indicar seu blog no nosso, incrível!

misterios disse...

Deve-se mudar tudo ou nao mudar nada. Caso contrario corre-se o risco de causar mais mal do que bem. Os exercicios de respiraçao, como sao praticados, provocam inumeras doenças.
para trabalhar sobre si, é preciso conhecer cada parafuso, cada engrenagem de sua propria maquina; saberao entao o que fazer. Mas, se nao conhecem quase nada dela e tentarem, poderao causar muitos danos. O risco é grande, pois a maquina é muito complicada. Tem parafusos muito delicados, que facilmente se estragam, e, se voces insistirem demais, poderao quebra-los. E esses parafusos nao sao encontrados no comercio.

palavras de gurdjieff em: gurdjieff fala a seus alunos

Anelise Csapo disse...

Então...te add no msn tb, mas eu quase nunca entro lá, por isso dá prá gente se falar por aqui tb! Pode ser?

Então, escreve sem pressa, quando vc tiver tempo mesmo, se quiser te mando no email umas perguntinhas prá te ajudar com o foco do texto, que tal?

Já estou super curiosa com o conteúdo e com vontade de ir logo fazer uma yoga com minhas crias...êeeeeeeehhhhhhhhhh!!!!

Bjs!

Postar um comentário